domingo, 25 de março de 2012

m

ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU ACABOU

tenho que meter isto na cabeça, tu não queres voltar a ter nada comigo, nem hoje nem daqui a uns tempos, e custa tanto saber isso! há sempre aquela pequena esperança, bolas! Porquê que as coisas mudaram? Eras o meu porto de abrigo, e ontem mal me falaste, não te fiz nada para estares assim comigo, neste momento o que mais custa é, por vezes falares bem, e outras falares mal, e não percebo o porquê! Se somos amigos, porquê isto? Ok, que ainda não te esqueci, mas é difícil, isso tens que compreender! :'(

(Ontem foi uma bela noite, tirando isso de seres mauzinho e uns stresses.)

Só peço que sejamos pelo menos, como tinhamos combinado, GRANDES AMIGOS, é que tu não tens noção do quanto és importante, do quanto me faz falta saber que posso contar contigo sempre, das tuas palavras mais atenciosas. Tenho saudades de como me tratavas, de como eras para mim, tenho saudades de tudo, de tudo mesmo, dos beijinhos, das cocégas, e de tudo o resto, mas já que isso não pode voltar então que pelo menos fique a amizade, o que neste momento não sei se fica ou não. Preciso de ti, preciso de poder contar contigo, preciso do teu ombro amigo, M.

1 comentário:

  1. Se me permites a opinião, às vezes ficar amiga do ex é o pior erro que podemos fazer.
    Quer queiramos, quer não, isso deixo-nos sempre com esperanças.

    ResponderEliminar