sábado, 1 de março de 2014

Custa

Custa ver as pessoas de quem gostamos a sofrer, custa muito, e ainda custa saber que não se pode fazer nada para ajudar. Estar de mãos e pés atados perante uma situação de tristeza enorme.
A vida é demasiado curta e passa-nos pelos dedos sem dar-mos conta, independentemente do que façamos, e nem a podemos evitar, não há remédio contra a palavra começada por "m".
Todos os dias nasce e falece alguém, é inevitável, é o destino fatal que todos temos.. Se pudesse comprar um "elixir" para uma vida jovem e, não digo eterna mas maior do que o "normal", não comprava? Claro que comprava! Mas não há nada disso, a vida passa.. Vai passando sem ninguém a conseguir impedir. A longevidade é uma questão que me atormenta, mas há outra.. Se a medicina/tecnologia e o próprio Homem até, está tão desenvolvido como é que não há forma de combater determinadas doenças? Impedi-las de fazerem as pessoas sofrerem tanto tempo? Pergunto-me e gostava de ter a resposta. É por não haver ou porque não convém aos sectores económicos, porque não lucram com isso, não é?

Sem comentários:

Enviar um comentário